20 de dezembro de 2007

Ventania

Ter dois pulmões para mim sempre foi pouco.
Quando criança tive asma,
sensação ruim, difícil de ser descrita,
um tiquinho de vento assoviando no peito vazio.
Mas sempre fui muito bem cuidado
e acho que associei uma coisa à outra:
sufoco e carinho.
Hoje, o que vinha depois vem primeiro,
ficar sem palavras, perder o fôlego, desesperar, me afogar, me sufocar, faltar o ar... aaaaaaaarrff
...é disso que eu corro atrás.

2 comentários:

Dinha disse...

Sabe que qdo pequena eu tb tive asma? E pensando aqui, faz tempo que não sinto um sufoco daqueles... falta ar ou carinho?!

julianaescreve disse...

fui asmática toda a minha infancia e depois de adulta, percebi que sinto falta de perder no folego, isso as vezes me afoga! :)

Vou copiar seus versos pro meu blog, com os devidos creditos.

Acho que devia postar com mais frequencia. Ficadica!

Abraços