16 de novembro de 2008

Diário de bordo

. Primeiro Dia

Tive a oportunidade de ser mágico!
Mas aí transformei condão em cordel
Pra pendurar estrela em

. Segundo Dia

Hoje, nem sei quanto de Céu me cabe nos olhos.
Também não sei quanto paisagem me cabe nos pulmões.

. Terceiro Dia

Minha construção, eu fiz só com rupturas,
uma sobre as outras.

. Quarto Dia

Nem toda ruína é coisa ruim
Por mais que eu ande, que eu viva, que eu veja,
O chão é quem deixa pegadas em mim.

. Quinto Dia

Faço da memória a morada mais rica
Mas ela só guarda o que foi presente
Crescido na lente do que significa.

. Sexto Dia

-Ah! O jeito como você escreve é muito bonito!
-A forma como eu apago é ainda mais ...e só eu vejo...

. Sétimo Dia

De todos os mestres com quem dividi a vida,
Um deles tinha mestrado.

. Oitavo Dia

Na maré baixa, os olhos presenteiam os lábios com gotas de mar. O sal se faz doce.

. Nono Dia

Da próxima vez que me retribuírem com palmas,
Jogo fora o “p” e vou tentar buscar resto da palavra.
Às vezes, quando a gente tira uma letra, acaba ficando maior.

. Tresdontontem

Seu sonho também acorda vermelho nesses lugares onde os galos divulgam amanhecer?

. Anteontem

Esse verso é filho do pouco que sei
Do muito que errei e do que ainda não vi

(Eram quatro... esqueci...)

. Ontem

Biologia ou poesia, do que gosto mais?
- Pra mim tanto faz, desde que nuas
Lembrando o arrepio na pele macia
Da noite em que um dia fez-se juntas as duas

. Hoje

Mas é que Antônio, só rimava com patrimônio, neurônio...
...essas coisas que gente sabida conversa.

7 comentários:

Leila Saads disse...

Há muita poesia na natureza. Ou talvez uma tenha inventado a outra...

=*

Beatrice Jasmin Noire disse...

Dá vontade de ver o jeito com que apagas... hehehe

Orieta Valentim disse...

Você me emociona demais, menino!
A Orieta (ela é amiga da Leila, sabe)quer fazer um sarau e precisa muuuito que vc esteja lá. Você estará?
Até breve!

Lary disse...

É como se fosse possível te sentir nesses textos
Um pouquinho de você em cada palavra..

Saudades de você, mocinho do brilho nos olhos
Beijos da Lary

Thiara Pagani disse...

Nossa! primeira vez que apsso por aqui e fiqueie ncantada, blog muito bom!

Tata disse...

Eu o aplaudo e o parabenizo por tanta suavidade e talento nas letrinhas.


Beijoca!!

Priscila Milanez disse...

Gostei muito desse diário de bordo!Fragmentos soltos que formam um belo texto.