23 de abril de 2009

com o que se cata, se inventa

pode não parecer
mas o menino despirocou na prática poética
tão! tanto!
que só pensa em passo
....................em verso
....................em traço

e no Projeto Catavento de Poesia Táctil







pois é ventando
que se movimenta
donde se cata
pronde se inventa

4 comentários:

Thiara Pagani disse...

Que belas palavras o vento te trouxe.
E que no movimento do catavento essas palavras continuem venando tbm até mim.

Yara Beatrice Jasmin Nin Poulain Black Mamba disse...

tua poesia (in)ventada
poliniza-me

Pequena Salamandra disse...

adoro...sempre

Priscila Milanez disse...

tão bonito...o vento dança com tuas palavras... vai lá, menino, e segue teu passo em verso! =)