12 de maio de 2010

24 memórias III

tinha um amigo que levava jeito pra engenheiro
ele desmontava maquininha e viu escrito numa delas:
gasta-a-pilha.

eu levava jeito era pra poeta
eu desmontava era eu mesmo
quase sempre remontava errado e ficava puxando de uma perna
eu seguia poeta porque era incompleto
e seguia incompleto porque era poeta

ainda hoje tenho escoliose por causa disso

38 comentários:

marcos assis disse...

pois é! e eu que nunca levei jeito pra remontar coisa nenhuma menos ainda eu
só desmontava
acabei virando poeta e estudando engenharia.
essas incompletudes me deslumbram!

bem manoel-de-barros esse texto hein! cê lê muito dele?

disse...

as suas escritas me deslumbram, isso sim. te sigo.

Priscila Rôde disse...

Meu Deus..
PERFEITO!

Thaís Nogueira disse...

O profundo do homem é pra se(r) perder

É pra ficar descompassado, desequilibrado, desconstruído.
Pra quando compassar, quando equilibrar, quando construir
Ficar assimétrico e errado. Virar poeta e finalmente se tornar humano.

Jaci Macedo disse...

Ainda me desmonto. E ainda não achei alguém que pudesse me montar. Remontar. Re-montar. Colar também ajudaria. Gostei.

... disse...

Sempre sobrava peças!
eu apenas as doava...

Maria Rodrigues disse...

E Drummond era gauche pelo mesmo motivo.Bonito!!!

Mikaele Tavares disse...

e quando se quer ser engenheiro e poeta?
meu caso XD

Su disse...

ah... adorei seu blog!
tão lindo!

e também adorei o nome. jorge drexler, né? dos colores: blanco y negro. é a música que eu mais gosto dele.

Lucimar Luiza disse...

C:\Users\MARLOI\Documents\Andre Ruschi\Muito Além dos Abismos.html

Lucimar Luiza disse...

C:\Users\MARLOI\Documents\Andre Ruschi\Muito Além dos Abismos.html

Daiana disse...

Coisa mais linda ser assim incompleto...

Vicente Freitas disse...

Gostei do poema...faz meu gênero...te sigo!

Flávia disse...

E eu que faço engenharia?!
Boa escrita! ADOREI.

C. disse...

Como sempre... encantador!



Beijo, Antonio!

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,


A campanha de vacinação contra Influenza H1N1 foi prorrogada até 2 de junho. Gestantes, doentes crônicos, adultos de 20 a 39 anos e agora crianças de 6 meses a 5 anos devem se imunizar. A vacina contra o vírus que já matou mais de 2 mil brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil. Ela foi testada, é segura e mais de 300 milhões de pessoas já foram imunizadas com esta vacina no Hemisfério Norte.

Por isso, é muito importante contar com a sua colaboração! Você pode ajudar por meio de materiais que disponibilizamos especialmente para blogs.

Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br

Atenciosamente,
Ministério da Saúde

Rute Vieira disse...

Não tem jeito: você tem mesmo jeito de ser poeta.

Amei!
Beijos,
Rute Vieira
P.S: Vi que tu me segue no twitter! Fui ver, vi o blog e amei! Tô seguindo (:

Fernando Amaral disse...

Porra, meu velho... bom demais!

V_ Leal disse...

nosso sintoma = nosso único registro no mundo. Escoliose boa a tua.

Andressa disse...

ainda hoje tenho escoliose por causa disso [II]

Tiago Moralles disse...

Eu levava, só jeito que não.

Ítalo Leonardo disse...

Belíssima poética!!!

@prosaebicicleta

Rodrigo Cunha disse...

A vida é de desmontar, e disso o poeta bem sabe.
Criei um blog estes dias e já tive o prazer de descobrir o seu. Vou começar a acompanhar.
Dê uma passada no meu também e veja o que acha: www.devaneiosforadalei.com.br
É sempre bom compartilhar experiências e referências.
Grande abraço e parabéns pela “Puisía”... hehe

jefhcardoso disse...

Jóia, muito bom. Essa sua escoliose tem uma boa causa.
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Yara Beatrice Jasmin Nin Poulain Black Mamba disse...

teu verso
incompletamente poeta
desmonta-nos

................

Desculpe a ausência. Nem respondi aquela proposta poética. Mas a vida anda complicada...

Claro que volto.

Yara Beatrice Jasmin Nin Poulain Black Mamba disse...

Aliás, como foi isso? Publicaste poesia nos classificados afinal? Ou ainda publicará?

Yara Beatrice Jasmin Nin Poulain Black Mamba disse...

=)
Que lindos os versificados...
Ainda da pra participar? Como funciona?

Marcio Nicolau disse...

Faço parte agora.

E convido:
www.espacointertextual.blogspot.com

Edgar Borges disse...

Gostei demais! E gostei da ideia dos versificados também.

jorge manuel brasil mesquita disse...

Os poemas são os carris por onde o cavalo de ferro da vida carrega os passageiros dos sonhos invisíveis e a invisibilidade dos passageiros sem versos.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 26/07/2010
etpluribusepitaphius.blogspot.com

Miguel Sartori disse...

cacildes! tu é o toinho da bio? =)

massa de mais, sô!!!

Sílc disse...

Antonio Claudio, li o lindo "ULTRAPÁSSARO", em uma preciosa Agenda. Amei de imediato. Diz muito sobre o meu contexto atual. Postei na minha Casa. Espero que se puder, desejar, receber sua visita para um passeio por ela, neném ainda. Aprendendo a 'ousar' e reaprender-'me', através das palavras. Então fui procurar pelo seu nome e encontrei essa linda Casa. Já estou passeando por ela e volto sempre, lindo Poeta!
De uma humilde aprendiz,com profundo respeito,
Sílvia
http://www.silviacostardi.com/
PS.: Também participo no universal *risos*, e, sim, encantadora Casa:
http://minimoajuste.blogspot.com/

Sílc disse...

Amei! Lindo demais. E, levante siga em frente. Sempre é muito bom te perceber interagindo ação, emoção e palavras. Há vida e sentimento que cala fundo nessas memórias. Me identifico...
Fica aqui um convite com profundo respeito:
Nova Postagem na minha Casa.
Espero sua visita, e um retalho se desejar. Será uma honra ve-lo passear por lá.
com amor e carinho,
Sílvia
http://www.silviacostardi.com/

Cleice Souza disse...

Saudade dos seus escritos...

Ruth disse...

Um pouco da assimetria cotidiana incompleta.

Gostei tanto, tanto.

=]

Su disse...

Querido, sinto falta da sua poesia. Sempre espio pra ver se tem texto novo.
Que não seja cobrança nem chatice.
É só saudade de pegar suas asas emprestadas e voar.
Espero que o quer que seja que te seqüestra de escrever não te leve por muito mais tempo.

De uma fã que não esqueceu teus textos.

Anderson Meireles disse...

A coisa mais poetica que li hoje,
Obrigado por compartilhar,
Abraço!

Sindy Molina disse...

Cara, não te conheço... não sei quem é nem de onde vem, mas com certeza vc é uma das pessoas mais fodas do mundo.
Olha estes versos!

Obrigada!